Header Ads

Sampaio desperdiça cobrança de pênalti e empata no Samará

O Sampaio Corrêa recebeu o Maranhão, no Estádio Castelão, às 20h15. O Samará, como é chamado o clássico vovô do estado, foi bastante movimentado, mas terminou em 1 a 1.

Daniel Barros marcou o gol de empate do Tricolor (Foto: Lucas Almeida)
O pênalti perdido e os gols da partida

Aos 15 minutos do primeiro tempo, Pimentinha foi derrubado na área e o árbitro da partida assinalou a penalidade. O atacante Isac efetuou a cobrança, mas acertou a trave direita e, na sobra, a defesa maqueana afastou o perigo.

O Maranhão abriu o placar aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Pedro Henrique subiu sozinho para cabecear para o gol. O primeiro tempo terminou com a vitória parcial do time quadricolor.

O empate do Sampaio aconteceu no início da segunda etapa. Daniel Barros, aos 7 minutos, cobrou falta com excelência no canto esquerdo de Alencar Baú e igualou o marcador.

Análise do jogo

A única mudança no Tricolor em relação ao jogo anterior foi a volta do volante César Sampaio no lugar de Felipe Costa. Uma trinca de volantes foi formada, mas sem necessidade, pois o MAC pouco fez no primeiro tempo, além do gol. O Tricolor impôs o seu ritmo de jogo durante a partida inteira, principalmente pelo lado direito, onde atuaram Pimentinha e Roniery. O lado esquerdo, como sempre, foi a grande fragilidade do Sampaio, onde o Maranhão sempre tinha uma válvula de escape, com os constantes avanços de Esquerdinha.

As finalizações do Sampaio esbarraram, além da falta de pontaria em algumas ocasiões, na muralha chamada Alencar Baú, que foi o melhor em campo, com muitas defesas difíceis e sempre seguro debaixo das traves. Na volta para o segundo tempo, Francisco Diá substituiu César Sampaio pelo atacante Uilliam, mas demorou a mexer novamente na equipe, que carecia de um organizador de jogadas, e o placar não se alterou.

Classificação do grupo A

A situação da Bolívia Querida no campeonato é delicada. O São José venceu o Americano, matematicamente rebaixado, e assumiu a liderança do grupo, com seis pontos. Com a mesma pontuação está o Santa Quitéria, que venceu o Cordino, mas perde no saldo de gol. O Imperatriz perdeu para o Moto e está na lanterna do grupo com quatro pontos. O Sampaio chegou aos cinco pontos e precisa vencer o seu próximo jogo e torcer pelo tropeço dos adversários para garantir uma vaga na próxima fase. O campeão do segundo turno garante uma vaga na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil de 2018.

Próximo jogo

A próxima partida do Tricolor é nada mais nada menos que um Superclássico contra o Moto Club, no domingo (16/04), às 16h, no Castelão. O adversário já está classificado para a semifinal, mas um clássico dessa grandeza ninguém quer perder. Então tenhamos a certeza de que será um grande jogo.

FICHA DO JOGO:
SAMPAIO CORRÊA 1 X 1 MARANHÃO

Local: Estádio Castelão, São Luís (MA)
Data: 12 de abril de 2017, quarta-feira
Horário: 20h15 (de Brasília)
Árbitro: Ranilton Oliveira de Sousa
Gols: Daniel Barros, aos 7’ 2º T (Sampaio Corrêa); Pedro Henrique, aos 38’ 1º T (Maranhão)

Sampaio Corrêa: Alex Alves; Roniery, Maracás, Fredson e Esquerdinha; César Sampaio (Uilliam), Valderrama (Felipe Costa), Daniel Barros e Hiltinho; Pimentinha e Isac. Técnico: Francisco Diá.

Maranhão: Alencar Baú; Rômulo Ferreira, Pedro Henrique, Alenilson  Leandro Mendes; Rafael Recife, Sandro Bacabal, Zé Neto (Igor Pato), Igor Marques e Eloir; Gileard (Clayton). Técnico: Vinícius Saldanha.

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.