Header Ads

O mágico foi o maestro e o Liverpool deu show

A imagem pode conter: 1 pessoa, praticando um esporte e atividades ao ar livre
(Foto: Facebook oficial do Liverpool)
West Ham 0, Liverpool 4. Foi esse o placar final da partida do último domingo no Olímpico de Londres (14), quando os Reds voltaram a golear depois de um bom tempo e mostraram por que têm o segundo melhor ataque da Premier League, com 75 gols.

Sturridge abriu o placar aos 34' do primeiro tempo, após receber uma senhora assistência de Phillipe Coutinho, que percebeu a brecha encontrada pelo atacante na zaga dos Hammers e lhe deixou livre para driblar o goleiro, tocar para o gol e partir pra dança. O Liverpool foi envolvente, algo que há muito tempo também não se via, Coutinho ditava o ritmo do jogo e fazia os demais companheiros jogarem.

Na segunda etapa o time de Jürgen Klopp transformou a vitória e o domínio em goleada. Coutinho fez o segundo aos 11', em sua jogada característica, trazendo da esquerda pro meio e finalizando sem chances para o goleiro. Cinco minutos depois, o brasileiro marcou mais uma vez, em jogada de contra-ataque o meia-atacante recebeu na área, passou com enorme facilidade de Collins, e quase da pequena-área, chutou forte para estufar as redes. Aos 30', Origi deu números finais à partida, após bate rebate na área, o belga escorou a bola para o gol e deixou o seu.

O jogo serviu pra levantar a moral do time e a confiança do torcedor. Chegamos à última rodada dependendo apenas de nós contra o já rebaixado Middlesbrough, em Anfield. Apenas uma tragédia nos deixa fora da Champios League, mas é importante manter a calma e os pés no chão, vide os diversos tropeços do Liverpool contra times pequenos na temporada. Concentração total para essa 'final', que ocorre no próximo domingo (21), às 11 da manhã pelo horário de Brasília.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.