Header Ads

O que houve, São Paulo?

Sidão falha, São Paulo perde o emocional e a invencibilidade


globoesporte.com


Depois de uma campanha ótima, com 4 vitórias, 4 empates e nenhuma derrota, o Tricolor foi até o Allianz Parque tentar acabar com o tabu de não vencer na casa do time rival. Era o melhor momento para isso, entretanto um erro de Sidão acabou com o emocional do time, junto com gol impedido e o São Paulo perdeu pela 1ª vez no Campeonato por 3 a 1.

Sem Rodrigo Caio (cirurgia no pé esquerdo), Bruno (dor na perna esquerda), Edimar (entorse no joelho esquerdo), Cueva (Seleção Peruana), Morato (aprimora a forma física) e Gonzalo Carneiro (trabalho de reforço muscular), Aguirre não mudou o time que vinha jogando os últimos jogos. A única mudança foi a opção da dupla de zaga, Anderson Martins e Bruno Alves, deixando Arboleda no banco,  além da volta de Hudson, deixando Petros na reserva. 

O 1º tempo foi todo do São Paulo. O time teve mais finalizações e maior posse de bola. Entretanto, o árbitro tentou pegar toda a atenção do jogo para ele. Amarelou Anderson Martins e Militão logo no início, e o critério não era o mesmo quando a falta era cometida pelos jogadores palmeirenses. Aos 30' Edu Dracena facilitou, e Marcos Guilherme fez o gol do Tricolor. O Palmeiras ficou assustado com o gol, e o São Paulo não conseguiu aproveitar. Chegou com perigo, com chute de Reinaldo e de Marcos Guilherme.

Palmeiras começou intenso no 2º tempo, e aos 10' empatou a partida, após lambança de Sidão. Moisés chutou, o goleiro são-paulino espalmou nos pés de Willian que apenas empurrou para o gol. E depois disso, o Tricolor não jogou mais. A falha de Sidão mexeu com o psicológico de toda equipe. São Paulo não ficou mais com a bola e muito menos chegou ao gol de Jailson. Assim, ficou fácil para o Palmeiras virar e ampliar. O segundo gol de Willian estava impedido e o árbitro validou, enquanto o terceiro, de Dudu, mais uma vez, foi por falha do goleiro são-paulino.

Foi uma partida horrível para o São Paulo, mas não é para se esquecer e também não é para se desesperar. Após bons resultados, um revés árduo é bom para o time reconhecer que não é perfeito e procurar arrumar os erros. Mesmo com esse resultado, o Tricolor continua em 2º, com 16 pontos, podendo ir para 5º, dependendo do resultado de Corinthians, Fluminense e Cruzeiro.

Bruno Alves e Nenê suspensos para a próxima rodada, contra o Internacional, no Morumbi, terça-feira (05/06), às 21h30. Antes da Copa do Mundo, o São Paulo enfrenta, além do Internacional, o Atlético-PR (fora) e o Vitória (casa).

FICHA TÉCNICA
Local: Allianz Parque, SP
Gols: Willian (2) e Dudu (PAL); Marcos Guilherme (SAO)
Cartões amarelos: Jailson, Antônio Carlos, Felipe Melo e Dudu (PAL); Militão, Anderson Martins, Bruno Alves e Nenê (SAO)
Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR), auxiliado por Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR).

PALMEIRAS
Jailson; Mayke, Edu Dracena, Antônio Carlos e Diogo Barbosa (Victor Luis); Bruno Henrique, Felipe Melo e Moisés (Thiago Santos); Keno (Hyoran), Dudu e Willian. Técnico: Roger Machado

SÃO PAULO
Sidão; Militão, Anderson Martins, Bruno Alves e Reinaldo (Liziero); Jucilei, Hudson (Petros), Nenê e Everton; Marcos Guilherme (Paulinho) e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.