Header Ads

O sonho acaba: Croácia esbarra na França novamente

Carregados de esperança, de conquistar pela primeira vez uma taça. Quem dera fosse realidade o desejo de em seu primeiro título, os croatas levarem pra casa o maior de todos os sonhos, a taça da Copa. Mesmo chegando até o fim como uma mera "coadjuvante", a Seleção Croata equilibrou o jogo, até foi superior em alguns momentos, mas com erros cometidos pelos próprios jogadores, não tornou o sonho maior de qualquer futebolista em realidade.



Até houve merecimento, jogou melhor, teve uma posse de bola superior, finalizou mais na primeira etapa, mas não conseguiu ser efetiva. Griezmann, Pogba e Mbappé. Talvez estes sejam os três principais nomes franceses, seja na copa ou em qualquer cenário no futebol mundial. Griezmann que nos últimos anos até brigou para ser o melhor do mundo, Pogba que até um tempo atrás era a transferência mais cara da história, e Mbappé, o menino de 19 anos que para muitos é o melhor da Copa.
É de se lamentar, Mandzukic acabou fazendo um gol contra no primeiro tempo. Perisic empatou o jogo, um golaço. Mas depois os três grandes jogadores dessa geração francesa decidiram o jogo, com Griezmann marcando de pênalti, Pogba ampliando e Mbappé fechando a conta.
O goleiro Lloris acabou falhando ao tentar driblar Mandzukic, mas o atacante croata interceptou e a bola foi para o gol. Mas não adiantou, a Croácia seguiu sem ser efetiva e viu a Copa ir embora. A equipe mais valente, a que por quatro vezes saiu atrás do placar neste mata-mata, mas conseguiu empatar, conseguiu buscar o resultado. Hoje infelizmente não conseguiu manter o placar empatado ou virar o jogo, acabou tomando quatro gols. Uma grande Copa, um grande vice-campeonato. Entraram para a história. A França é bicampeã, Didier Deschamps entra para o seleto grupo de futebolistas campeões do mundo como jogadores e treinadores.
E Luka Modric, o camisa 10 croata foi eleito o melhor jogador da Copa.

Croácia: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Rebic (Kramaric), Modric e Perisic; Mandzukic.

França: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernandez; Pogba, Kanté (N'Zonzi), Matuidi (Tolisso) e Mbappé; Griezmann e Giroud (Fekir).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.