Header Ads

Placar injusto.

Marcelo foi um dos melhores em campo  — Foto: Vitor Silva/Botafogo
Marcelo Benevenuto foi um dos poucos destaques do Glorioso - Foto: Vitor Silva/Botafogo

Ontem tivemos um jogo que provou o que é o futebol: um esporte nem um pouco justo, o que enfurece e ao mesmo tempo, apaixona. Ontem, pela última rodada do primeiro turno, tivemos um placar muito injusto. O Ceará merecia ter vencido o Botafogo, que pode comemorar o pontinho que trouxe pra casa como uma vitória. 

O jogo pode ser definido como a pior partida de Eduardo Barroca no comando técnico do Botafogo. O time voltou a ser assombrado pela falta de transição ofensiva, com um meio campo muito fraco e um ataque inoperante. Luis Fernando, que tem bola, não consegue recuperar seu bom futebol de 2018, Marcinho teve uma queda de produção nesse jogo e Diego Souza, mais uma vez, não jogou. Já no meio, João Paulo também não conseguiu se criar no jogo, Alex Santana não fez suas boas jogadas de ruptura e Cícero foi extremamente burocrático. 

As grandes atuações ficaram por conta do trio Gatito, Gabriel e Marcelo, que salvaram o time da derrota. Gatito foi fora de série como sempre e Marcelo foi muito bem nos bloqueios e cortes.

O primeiro turno acaba e estamos na 9ª colocação, com uma pontuação razoável diante de todo o contexto que passamos. Esse 1º turno vem sendo melhor que eu esperava, apesar da irregularidade no desempenho, conseguimos resultados que foram importantes, para, se possível, poder se salvar do rebaixamento com tranquilidade.

Vamos juntos, lutando, para que ano que vem, a profissionalização venha.
Faltam 18!

Twitter: @gui_abizaid.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.