Header Ads

Erros antigos voltam a assombrar o ‘novo’ Vila Nova

Desde junho sem vencer em Goiânia, o Vila Nova foi novamente derrotado em sua volta ao OBA para o Jaraguá por 1x0 no último sábado (25), com gol de Ariel. Somando apenas um ponto em dois jogos, o Vila Nova ocupa a 9ª posição na classificação geral do Goianão. 


Vila Nova segue sem vencer jogando em Goiânia. (Foto: Vila Nova FC / Douglas Monteiro).

Na estreia diante do Anápolis o time fez um bom início de primeiro tempo, se mostrou organizado, usando bem as pontas. Mas em seguida se mostrou ser o Vila Nova que conhecemos bem, desorganizado. Em sua volta a Goiânia, um fato bem inusitado começa a chamar atenção e intriga o torcedor. 


Sem vencer sob seus domínios desde 11/06/2019 quando venceu o São Bento por 1x0 no Olímpico, o Vila Nova passou toda uma Série B sobrevivendo sobre apenas essa única vitória e o final da história todos nós já sabemos. Um novo ano começou e nada disso mudou. 


O “novo Vila Nova” carrega com si problemas do antigo Vila Nova, atacantes sem faro de gol. Nando chegou com a expectativa de ser a solução desse problema. Em duas partidas apenas já demonstrou que não da conta, o último jogador a se apresentar para a pré-temporada mostra que a parte física dele não é das melhores. Dimba em poucos minutos em campo diante do Jaraguá já se mostrou que tem futebol para pegar a titularidade. E um meio de campo sem criações, também impressiona. 


Na partida de ontem, o técnico Ariel foi a campo com: Fabrício; Danrlei, Brunão, Marquinhos e Francesco; Pedro Bambu, Pablo e Celsinho; Lucas Silva, Gilsinho e Nando. Sem  o zagueiro Adalberto machucado, dessa vez o técnico optou por usar Danrlei na zaga e improvisar um volante como lateral mesmo tendo um lateral de origem no banco de reservas. O grande erro. 


Esses erros foram surgindo durante a partida e aos 15 minutos do primeiro tempo em troca de passes, Ariel recebeu dentro da área e chutou marcando o único gol da partida, 1x0 Jaraguá. E no Tigrão, o técnico Ariel fez duas mudanças ainda na primeira etapa. Saíram Pablo e Celsinho, ambos sumidos na partida e entraram Kauê e Crystian. Com a saída dos meias, o time ficou sem armador e com um meio de campo pesado. Dos que entraram apenas o lateral Crystian teve destaque na partida, mas para o Vila Nova chegar ao empate não foi suficiente.


Enquanto o Jaraguá segue com duas vitórias, em dois jogos. O Vila Nova, soma um ponto e na classificação geral ocupa uma posição desconfortável na tabela já é bom abrir o olho.

É apenas início de temporada, ainda dá tempo de mudanças e de ajustes. O tempo é curto e o Vila não pode mais cometer os vacilos de anos anteriores, estes ajustes devem ser feitos o quanto antes a Copa do Brasil vem aí e precisamos correr atrás da classificação para a próxima fase. 

Na luta para afastar a má fase jogando em Goiânia, o Vila Nova fará três jogos seguidos na capital. Na próxima quinta-feira recebe o Grêmio Anápolis, no OBA em Goiânia às 20:30h. No domingo(02), visita o arquirrival Goiás na Serrinha e no domingo(09) seguinte o Goiânia no Olímpico. 


Então anota aí torcedor. O próximo compromisso do Tigrão é na quinta-feira(30), às 20:30h, no OBA contra a equipe do Grêmio Anápolis. Lembrando que, para o clássico apenas a torcida rival poderá acompanhar a partida.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.